Top O Lisboeta Observador: Novembro 2006
quinta-feira, novembro 30, 2006
Aniversário


Hoje a Casa Fernando Pessoa assinala o seu 13º aniversário.
Desde que Francisco José Viegas assumiu a gestão da Casa Fernando Pessoa, houve um volte face e um dinamismo imparável, em relação à gestão anterior.
Por conseguinte os meus parabéns e a continuar assim todos nós ficaremos a ganhar.
Consulte o programa e visite a casa.

Etiquetas:

segunda-feira, novembro 27, 2006
Jerome Murat

Etiquetas:

domingo, novembro 26, 2006
Mário Cesariny

1923-2006
Faz-me o favor...

Faz-me o favor de não dizer absolutamente nada!
Supor o que dirá
Tua boca velada
É ouvir-te já.

É ouvir-te melhor
Do que o dirias.
O que és não vem à flor
Das caras e dos dias.

Tu és melhor -- muito melhor!
Do que tu. Não digas nada. Sê
Alma do corpo nu
Que do espelho se vê.
de "O Virgem Negra"
por M. C. V. (Mário Cesariny).

Etiquetas:

Rómulo de Carvalho / António Gedeão

JL
Imperdível este numero
Jornal de Letras, Artes e Ideias Ano XXVI – Nº 943

No Centenário do professor, cientista e poeta

Memórias inéditas de Rómulo de Carvalho / António Gedeão
Recordando um dos mais belos poemas de sempre
--------------------------------
Pedra Filosofal
Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

In Movimento Perpétuo, 1956

Etiquetas: , ,

sexta-feira, novembro 24, 2006
Liberdade para Abdelkareem Nabil Soliman

Abdelkareem Nabil Soliman
Egípcio de 22 anos encontra-se preso pelas autoridades devido a opiniões publicadas no seu blog.
-- Se preza a liberdade de expressão clique a seguir. --

Abdelkareem Nabil Soliman is a 22-year-old Egyptian blogger who has been arrested by authorities in Alexandria, Egypt.

Etiquetas:

quinta-feira, novembro 23, 2006
Gulbenkian

Festa dos Livros na Gulbenkian
24 Novembro - 22 Dezembro

Domingo a 5.ª feira 12 - 22h

6.ª feira, Sábado e Feriados 12 - 24h


Etiquetas:

domingo, novembro 19, 2006
Memória dos locais

Livraria LELLO
Lobito - Angola

Etiquetas: ,

quarta-feira, novembro 15, 2006
Centenário do nascimento de Kurt Gödel


Kurt Gödel 28 de Abril de 1906 - 14 Janeiro de 1978
Foi o mais importante lógico do nosso tempo pelos resultados notáveis que obteve na década de 1930, tinha também uma maneira de viver e de pensar muito original.
Profundamente solitário e reservado, era dotado de uma racionalidade admirável e abrangente, porém capaz de descer a uma exasperante atenção ao pormenor em questões do dia-a-dia.
A sua constituição física era delicada, quase frágil. Era um hipocondríaco. Teve uma infância feliz, quando tinha seis ou sete anos, Kurt teve uma febre reumática e apesar de ter acabado por se recompor completamente, convenceu-se de que tinha ficado com lesões permanentes no coração. Parece que foi a partir daqui que as suas preocupações com a saúde começam.
O liceu decorreu durante a I Guerra Mundial. Longe dos campos de batalha, os anos de liceu passaram e aí já se revelou um excelente aluno, com aptidões muito superiores á média.
Mas o colapso do império austro-húngaros as vicissitudes inerentes à sua queda, faz com que vá viver para Viena.
Após a I Guerra Mundial, Viena torna-se um centro intelectual de excelência, sob a república da Áustria, Gödel adere ao celebre Círculo de Viena, um viveiro de novas ideias que se viria a revelar muito importante para o seu trabalho.
Na universidade Gödel esteve ao princípio indeciso entre estudar matemática ou física, tendo optado por matemática definitivamente.
Um dos fundadores do Círculo de Viena, Hans Habn, matemático e professor de Gödel, influência o na moderna teoria das funções de números reais, já que envolvia, em grande medida, considerações sobre a teoria de conjuntos que vinha de Georg Cantor
Mas parece que a influência mais decisiva para o seu trabalho criativo terão sido as conferências de Carnap sobre lógica matemática.
O trabalho que viria a ser sua tese de doutoramento na Universidade de Viena ficaria concluído em 1929 quando tinha 23 anos com a
solução positiva para o problema da completude.
O reconhecimento deste trabalho foi gradual, só anos mais tarde se reconheceu o valor real deste trabalho.

O século XX deu grandes génios, nas mais diversas aéreas do conhecimento Kurt Gödel foi um dos grandes, apesar de o grande público não o conhecer.
Recomendo a leitura do Boletim da S.P.M dedicado ao grande matemático.

Fonte: Boletim Sociedade Portuguesa de Matemática Nº 55 Outubro 2006
wikipedia sobre Kurt Gödel

Etiquetas: ,

domingo, novembro 12, 2006
DAZKARIEH


DAZKARIEH ( Espanta Espíritos)
Assisti por acaso ao lançamento do disco no fim do mês passado no Mosteiro dos Jerónimos.
Confesso que fiquei admirado com algumas temas pois é diferente do que se costuma ouvir por aí.
È uma mescla de tendências musicais que vão desde a musica celta, galega, basca com alguma coisa de música clássica.
Constatei que era um grupo cem porcento português e que actuava fora do circuito comercial.
Vale a pena ouvi-los. Ver site do grupo

Etiquetas: ,

sexta-feira, novembro 10, 2006
Divulgação da literatura e cultura portuguesa em França

Fernando Pessoa no Chiado
Rencontres littéraires portugaises à Nantes, au Lieu Unique, les 10, 11 et 12 novembre 2006 : Pessoa, Tabucchi, Patrick Quillier, Maria do Rosario Pedreira, etc. etc. aqui

Etiquetas:

Memória dos locais

Colina da Saudade
Lobito - Angola

Etiquetas: ,

domingo, novembro 05, 2006
Leituras para um dia de chuva...



Em Londres, no começo de Junho de 1929, o antiquário Joseph Cartaphilus, de Esmirna, ofereceu à princesa de Lucinge os seis volumes in-quarto (1715 – 1720) da Ilídia, de Pope. A princesa adquiriu-os; ao recebê-los, trocou algumas palavras com ele. Era, diz-nos, um homem muito magro e terroso, de olhos e barba cinzentos e traços singularmente vagos.
O Imortal in O Aleph

Etiquetas: ,

A voz de um poeta cego

Etiquetas: ,

quinta-feira, novembro 02, 2006
Borges e a Matemática



Borges e a Matemática
de Guillermo Martínez

O seu desafio é falar para aqueles “que só sabem contar até dez” mas leva-nos numa viagem plena de emoções sem perder a profundidade, através dos diálogos secretos entre o grande escritor Argentino e personagens da dimensão de Pascal, Russell e Poe.

Este belo livro em boa hora editado pela Âmbar leva-nos a Euclides, ou a estética da razão matemática, à inacreditável vida dos gémeos “pitagóricos”(como eles conseguem “ver” os números, parece que só os primos, mas não têm a noção do produto e da divisão), ás peripécias do Teorema de Fermat e à sua demonstração, à relação entre literatura e racionalidade, as contradições entre a religião e a ciência.

A relação de Borges e a matemática.

O que sabia Borges de matemática?
O que ele diz: «Cinco, sete anos de aprendizagem metafísica, teológica, matemática habilitar-me-iam (talvez) a planear decorosamente uma história do infinito.»

A frase é no mínimo enigmática, não sabemos ao certo se levou estes anos a estudar ou se era um plano para o futuro. O que realmente nos transparece na sua obra é um fio condutor da lógica matemática e a ficção borgesiana, um rasto que se dá conta em textos fundamentais como “O Aleph”, “A Morte e a Bússola” e a “Biblioteca de Babel”, o “Livro de Areia”.
( Já referido em Leitura Partilhada)
Um livro bastante interessante que recomendo vivamente.

Etiquetas: , ,

quarta-feira, novembro 01, 2006
Recordações

Angola - Lobito
Igreja da Restinga

Etiquetas: ,