Top O Lisboeta Observador: Fevereiro 2013
quinta-feira, fevereiro 28, 2013
Olhares de Lisboa


Lisboa - A caminhada do Embaixador


Um filme sobre Lisboa que o embaixador da Polónia em Portugal, Bronislaw Misztal, acaba de produzir. Recém chegado a Lisboa (em Agosto do ano passado) terá expressado de forma tão eloquente a maneira de estar portuguesa.
O filme pode ser visto (entre outros) também no sítio oficial da Embaixada da República Polónia em Lisboa.

Etiquetas: , , ,

segunda-feira, fevereiro 25, 2013
A Lisboa suja de António Costa



A Lisboa suja de António Costa
Não me lembro de ver a cidade tão suja, tão desleixada, tão inimiga de quem escolheu viver aqui.
O Dr. António Costa anda a fazer obras cool para repórter cool filmar (olha, olha, uma ciclovia que não serve para nada, porque ninguém vai para o trabalho de bicicleta numa cidade aos altos e baixos e com temperaturas altas), e depois esquece as coisas básicas do dia-a-dia.
Na Rua do Ouro, no centro turístico da cidade, podemos ver um buraco mesmo no meio do passeio. Como se o perigo e o mau aspecto não fossem suficientes, o buraco dá acesso a um esgoto. Portanto, o cheirinho que anda por ali não é agradável, sobretudo para um turista que resolveu visitar a cidade.
Segundo o JN, a situação está assim desde Janeiro, os comerciantes já contactaram vezes sem conta os serviços da câmara, mas nada, ninguém aparece para resolver o assunto.
E estamos a falar de uma Câmara que tem um exército de funcionários. Mas, ora essa, esta é uma burocracia portuguesa.
A burocracia da câmara não está montada para servir os cidadãos, é uma máquina que se auto-alimenta, que gera mais empregos, mais papéis, mais serviços idiotas com excesso de chefes e défice de trabalhadores. Sim, o Dr. Costa herdou esta burocracia do passado, mas não fez nada para a alterar.
Mas, atenção, o Dr. Costa lá fez o favor de inventar novos problemas.
Além de não ter resolvido os problemas clássicos da cidade (passeios impraticáveis, trânsito, etc.), o Dr. Costa piorou o sistema de recolha de lixo. E, por falar em lixo, convém registar que boa parte dos bueiros da cidade nem sequer tem tampa.
Sim, António Costa tornou-se sinónimo de Lisboa suja, desorganizada, mal cheirosa e local aprazível para colónias de ratazanas e baratas. Obrigado, Dr. Costa.
Obrigado por ter aproximado Lisboa de Istambul. Só faltam os bandos de gatos em cima dos montes de lixo. 

Autor Henrique Raposo

Fonte: Expresso  (25 de Fevereiro de 2013)

Comentário: . Só tenho pena que o Camarada Dr. Costa que anda tão preocupado com as bicicletas na cidade de Lisboa, não ande mais a pé pelos bairros de Lisboa como Campo de Ourique por exemplo. Talvez ficasse com os seus ricos sapatos cheios de bosta canina, que abunda por todos os passeios do bairro.
Henrique Raposo está cheio de razão. Esta cidade está uma porcaria que só visto.
Mas o que é isto ao pé da “poluição ” da Avenida da Liberdade e o corredor do Parque Eduardo VII a Monsanto?  Trivialidades!  O que é preciso é fazer obras cool. 




Etiquetas: , , ,

segunda-feira, fevereiro 18, 2013
Olhares de Lisboa


Vista do terraço da Basílica da Estrela, templo católico e antigo convento de freiras carmelitas, de arquitectura barroca, localizado na cidade de Lisboa, em Portugal – 2012
Vista para o Tejo.
Fotografias de A.G.M.  




Vista para o Jardim da Estrela.
Fotografias de A.G.M.


Vista para a Rua Domingos Sequeira
Fotografias de A.G.M.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, fevereiro 15, 2013
Falsear a História


Acabei de ler este livro. Não fiquei espantado, com o que encontrei.
Incongruências e mais incongruências. É um conjunto de omissões e inverdades e uma tentativa torpe de reescrever a história.
O narcisismo do autor é doentio. Ensaio? Isto é mais uma tentativa fraudulenta de fazer História.
Veja e leia, quem com mais propriedade e conhecimento, o revela. AQUI e AQUI
Uma lastimável perda de tempo!

Etiquetas: , , ,

segunda-feira, fevereiro 11, 2013
Papa Bento XVI



Joseph Alois Ratzinger, Papa Bento XVI resigna.
A última vez foi há seiscentos anos, deu-se com Gregório XII, que resignou em Julho de 1415.

Etiquetas: , ,

Olhares de Lisboa



Vista do terraço de Mosteiro de São Vicente de Fora, no bairro histórico de Alfama, na cidade de Lisboa, Portugal - 2012
Fotografias de A.G.M.
Vista do terraço de Mosteiro de São Vicente de Fora, no bairro histórico de Alfama, na cidade de Lisboa, Portugal - 2012
Fotografias de A.G.M.

Etiquetas: , , , ,

sexta-feira, fevereiro 01, 2013
Palácio Nacional de Mafra


O Palácio Nacional de Mafra localiza-se no concelho de Mafra, distrito de Lisboa, Portugal, cerca de 25 quilómetros da capital, Lisboa.
Em pedra lioz da região, ocupa 38.000 metros, com 1.200 divisões, 4.700 portas e janelas e 156 escadas.
Mandado edificar por D. João V em 1711, é o mais sumptuoso convento e monumento barroco português. É o paradigma do reinado mais rico da história de Portugal, graças ao ouro vindo do Brasil.
O convento foi construído pelo Rei Dom João V o Magnânimo, 24.° Rei de Portugal, para cumprir a promessa que havia feito caso tivesse um descendente para ocupar o trono.
Insere-se no denominado barroco joanino, numa articulação harmoniosa de três componentes destintos: palácio real, convento e igreja. O projecto original de Johann Friedrich Ludwing previa apenas espaço para 13 frades, passando mais tarde a ter capacidade para 300 frades, a família real, o patriarcado e a corte. O convento foi ocupado pelos Franciscanos que desenvolveram a farmácia e a enfermaria, enquanto que outros ocupantes deste convento, os Dominicanos desenvolveram uma extraordinária biblioteca ao longo do séc. XVIII, com cerca de 38000 volumes. Actualmente, a maioria do convento é ocupado por uma unidade militar, no entanto ainda se podem ver as celas dos frades, a enfermaria, a farmácia e a cozinha.
A longa fachada é ladeada por dois grandes torreões quadrados. Ao centro, a basílica, entre duas torres, é antecedida por grande escadaria.  O interior da igreja, onde mais se sente a influência clássica, é de uma nave, decorada com mármores de várias cores, com alta abóbada de berço e cruzeiro com grande cúpula. A acentuar a sua grandiosidade, salientamos a presença de estatuária monumental, de mestres portugueses, franceses e italianos.
São ainda de destacar, no mesmo conjunto monumental, o Palácio, o Museu, a Biblioteca conventual e a Tapada.

Etiquetas: , , ,